Dinâmicas de Grupo

Roda Viva

Blog de casadainfancia :Casa da Infância, Roda Viva

 Objetivos:

 

1. Debater um tema e desenvolvê-lo de forma participativa.

2. Envolver a todos do grupo no debate.

3. Falar sobre o que cada um sabe a respeito de um assunto.

4. Saber expor e ouvir.

 

 Como Fazer:

1.  Fazer dois círculos, um de frente para o outro, de pé ou sentado. 2.  O círculo de dentro fica parado no lugar inicial e o círculo de fora gira para a esquerda, a cada sinal dado pelo animador ou coordenador do grupo.

3.  Cada dupla fala sobre o assunto colocado para reflexão, durante dois minutos, sendo um minuto para cada pessoa.

4.  O círculo de fora vai girando até chegar ao par inicial.

5.  Depois deste trabalho, realiza-se um plenário, onde as pessoas apresentam conclusões, tiram dúvidas, complementam idéias.

6.  Complementação do assunto pelo coordenador.

 

Observações:

1.   O assunto deve ser preparado pelo coordenador com antecedência.

2.   Os participantes do grupo devem pesquisar e fazer leituras prévias sobre o assunto.

 

 Avaliação:

1. O que descobrimos sobre o assunto?

2. Como nos sentimos durante a dinâmica?

3. O que foi positivo?

4. Que ensinamentos podemos tirar para o grupo?

 

 

Você pode aplicar esta dinâmica com crianças a partir de 10 anos, tranquilamente.

sexta 15 fevereiro 2008 20:03 , em Dinâmicas de Grupo


O Guia do Cego

Blog de casadainfancia :Casa da Infância, O Guia do Cego

Objetivos:

Compreender a importância dos outros no crescimento individual.

 

Material: 

Alguns lenços, bastões (pare servir de bengalas) e uma área com obstáculos, de preferência em campo aberto.

 

 Descrição:

1.  O coordenador venda os olhos de quatro ou mais pessoas e fornece uma bengala para cada um, enquanto os outros integrantes permanecem como observadores para tomar nota da forma como os cegos se comportam.

 2.  Os cegos devem caminhar desviando-se dos obstáculos durante determinado intervalo de tempo.

 

Refletir: 

1. Como vocês se sentiram sem poder enxergar? 2. Tiveram medo? Por quê? De quê? 3.  Que acham da sorte dos cegos?  

 

Como Fazer

1. Em seguida, com os mesmos ou outros cegos é substituído o bastão por um guia dentre os integrantes observadores que conduzirá o cego por onde quiser.

 

Refletir:

 1. Como vocês se sentiram nas mãos dos guias? 2. Tiveram confiança ou desconfiança? Por quê? 3. É preferível um bastão ou um guia? Por quê?

 

Como Fazer:

1. Por último, dispõem-se dois voluntários de cego, sendo que um guiará o outro. 2. Ao final, pode-se realizar os mesmos questionamentos do passo anterior.  

 

Refletir: 

1. O que a dinâmica teve de parecido com a vida de cada um?

 

2. Além da cegueira física, vocês conhecem outros tipos de cegueira? Quais? (ira, ignorância, inveja, apatia, soberba, etc.)

 

3. Os homens têm necessidade de guias? Quem são os outros guias? (família, educadores, amigos, os exemplos, etc.)

 

4.      Costumamos confiar nestes guias? O que acontece com quem não aceita o serviço de um guia?

 

5.      Qual a pior cegueira: a física ou a de espírito? Por quê?

 

 

Na escola, depois que a criança já estiver acostumada a seguir instruções e participar de dinâmicas propostas pelo professor, ela terá um bom aproveitamento após participar desta atividade.  A partir de 8 anos.

sexta 15 fevereiro 2008 19:47 , em Dinâmicas de Grupo


Dinâmicas de grupo - Caranguejos Gigantes

Blog de casadainfancia :Casa da Infância, Dinâmicas de grupo - Caranguejos Gigantes

 

 

 

Propósito : Coesão, resolução de problemas, cooperação, integração.

 

Em um espaço razoavelmente amplo, divida o grupo em duplas, procurando, na medida do possível, variar a composição das mesmas (sexos iguais, sexos diferentes, estatura aproximada, estaturas bastante diferentes etc.)Peça às duplas que se postem de cócoras, de costas um para o outro, e que enlacem seus braços. Oriente-os para que cada dupla seja um corpo só. Um caranguejo gigante. Ao seu sinal, deverão realizar o que será pedido, sem se separar e sempre de cócoras, com o cuidado para não cair. Caindo devem retornar a posição.

sábado 02 fevereiro 2008 00:36 , em Dinâmicas de Grupo


Dinâmica de Grupo - Você sabe ouvir?

Propósito: Exercício de comunicação verbal

  Orientação: Duplas, onde uma pessoa será o n° 1 e a outra, o n° 2. Convoque todos que receberam o “um” e solicite que narrem uma história  que tenham vivido para seu parceiro, o “dois”. Em outro local, converse com os participantes “dois”, diga-lhes que ouvirão uma história e oriente-os a prejudicar a comunicação. O objetivo desta dinâmica é mostrar como é essencial a harmonia entre o ato de falar e de ouvir, pois normalmente fazemos julgamentos equivocados, por falhas ocorridas durante uma conversação. Abaixo seguem algumas possibilidades de comportamentos que podem ser utilizadas no momento em que seu colega estiver contando-lhe o fato:   Perca seu olhar no vazio. Peça, constantemente, mais e mais detalhes. Fique absolutamente calado, sem esboçar qualquer expressão facial. Critique, a todo o momento, a forma como ele conta o ocorrido. Duvide, categoricamente, da veracidade do fato narrado. Afirme, enquanto ele fala, que a história é muito boba, fraca, desinteressante etc. Diga-lhe, repetidamente, que você tem uma história melhor para contar, e se conseguir convencê-lo, invente uma. Simule absoluta desatenção e, vez por outra, peça-lhe que conte outra vez determinada passagem. Apresse-o para que chegue logo ao fim.

sábado 02 fevereiro 2008 00:34 , em Dinâmicas de Grupo


Dinâmicas de grupo

Blog de casadainfancia :Casa da Infância, Dinâmicas de grupo

 

 

O QUE É UMA DINÂMICA?

A dinâmica de grupo é utilizada como auxílio para a avaliação de características de comportamento como liderança, paciência, tolerância, agressividade, entre outras, através da simulação de uma situação real, que pode estar ligada ou não a atividade que as pessoas estão desenvolvendo. Como o nome diz, é um trabalho feito com a participação de diversos candidatos, tem uma característica lúdica e envolve diversas técnicas para a sua aplicação, variando em tempo de duração e características. A escolha vai depender dos objetivos a alcançar, mas de um modo geral, as mais comuns são para:
  • Debater temas polêmicos - Um pequeno grupo de participantes se reúne para o debate. Na ocasião, são analisados os diferentes papéis dos participantes frente a situações polêmicas e tensas. Este tipo de dinâmica tem, em média, meia hora de duração.
  • Montar projetos - Candidatos e funcionários da empresa (não identificados) reúnem-se para montar um projeto com tema ligado a atividade profissional. Tempo de duração: longo.
  • Resolver um problema - Os participantes devem resolver uma situação ou problema aparentemente sem ligação com a atividade profissional. Tempo de duração: longo.

A IMPORTÂNCIA E A POSTURA

As dinâmicas servem para avaliar as características das pessoas, e conseqüentemente descobrir se alguma delas poderá vir a ser um líder, se sabe trabalhar em equipe, se sabe delegar funções e principalmente se está pronto e capacitado para resolver problemas. A melhor forma de se portar numa dinâmica é ser natural, uma vez que por mais experiência que você tenha, não dá para saber que tipo de atividade será exigida em uma dinâmica. Elas são constituídas por situações delicadas, nas quais cada um deverá participar desempenhando um papel, cumprindo uma tarefa, se relacionando com pessoas, expondo seus pontos de vista, ouvindo os demais e discutindo e debatendo as questões apresentadas.

sábado 02 fevereiro 2008 00:27 , em Dinâmicas de Grupo



Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para casadainfancia

Precisa estar conectado para adicionar casadainfancia para os seus amigos

 
Criar um blog